27 de outubro de 2012

amigo antigo

soube da tua falação
da conversa desmedida
denegrindo ma pessoa
de louca, má, perdida
instruindo novos camarada
a depressa se esquivar
que eu nunca vou prestar
nem prestei por toda a vida

velho amigo, tu não gosta?

pois tu tem toda razão
sou cabocla muito exposta
cheia de contradição
inconsequente, inconfiavo
prepotência é meu sermão
defeito de caráter sobra
bem mais quias qualidade
mas porém apesar de cobra
e dosfato que tu nuadmira
tenho uma porção caipira
com grandapreço pela verdade

infiliz ou felizmente
meus defeito e eu somo muitos
nós sempre vivemo junto,
e nem sempre somo amigo
já num arrenego deles mais
e eles têm paciência comigo
tu, amigo lá de trás,
tanto quanto eles antigo
saiba: eu e meus defeito
oiamo bem pra frente
torcendo pra esquina da vida
dobrar os meus e os teus
novamente

Nenhum comentário:

Postar um comentário