20 de outubro de 2012

joão g.

Que no peito dos desaforados também bate um coração
Que no peito dos desesperados também bate um coração
Que no peito dos desavisados também bate um coração
Que no peito dos desencarnados também, opa, aí não

Nenhum comentário:

Postar um comentário