23 de janeiro de 2013

diligência

De todo desprezo, homem, que já ensaiei pra te dar
Este é o no qual me saio melhor:
o desprezo elogioso

Veja o que acha das seguintes ideias.

1. Lembre-se de quanto falei
que te desejava o melhor
2. Lembre-se das fotos que pedi
pra que você tirasse
Eu, sua mãe, seu pai, nosso cão
3. Lembre-se que foi você que tirou cada uma delas e eu não te chamei para participar de nenhuma

Era minha maneira
de tentar te horrorizar

4. Lembre-se que li seus livros
5. Ouvi suas músicas
autorais e 6. recomendadas
7. Lembre-se de que emagreci
aquela porção que você quis e mais outra
Como quem obedece

Foi uma obediência sincera
(sete)
não ao que, nos seus mandos
era da sua vontade
Mas ao que, neles
era seu desejo de que eu não cumprisse

Que eu não emagrecesse
Que eu não amasse sua família
Que eu não amasse você
Você quis um bom motivo pra me detestar
Eu não dei
Esse eu não dei

Antes de te confessar
que toda a minha diligência vem dessa parte
Que gargalha das suas boas intenções de amizade

Nenhum comentário:

Postar um comentário