13 de novembro de 2012

utilitário

temer de co-piloto
barriga de aluguel
morte de parente
pai besta e mãe cruel
pranto sob o rímel
férias no arranha-céu

dois pássaros voando
extintor na enchente
nó de marinheiro
no embrulho do presente
réu querido nosso e

testemunha inconsistente

asa delta na nimbus
e bússola no espaço
colírio no escuro
magreza no regaço
ironia da Alanis
e alegria de palhaço

fruta podre por dentro
areia no calção de banho
faltou papel higiênico
meu bordão arrebentando
ipva iptu - sinto ter
começado o ano

Nenhum comentário:

Postar um comentário